Foram suspensas as provas objetivas do concurso público da Procuradoria-Geral do Distrito Federal, que ocorreriam no próximo domingo, 22 de março. Essa medida foi tomada depois da divulgação do Decreto nº 40.520. O certame pretende preencher 100 vagas ofertadas para ingresso nas carreiras de Analista Jurídico de nível superior e Técnico Jurídico de nível médio. O concurso está sendo executado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), e o edital reserva ainda 16 vagas para os candidatos portadores de deficiência e 19 vagas ficam para os candidatos negros.

Confira o comunicado do Cebraspe:

Comunicado Cebraspe
Comunicado Cebraspe

Ainda não foram informadas pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) e pela Procuradoria-Geral do Distrito Federal (PGDF) as novas datas, o novo cronograma do concurso será divulgado oportunamente.

As etapas do concurso

Os candidatos ao cargo de analista Jurídico passarão por prova objetiva com 120 questões, sendo 50 questões de conhecimentos básico, 70 questões de conhecimentos específicos e uma questão discursiva. A prova discursiva será uma redação de texto dissertativo, de até 30 linhas, a respeito de temas relacionados a conhecimentos específicos de cada especialidade para o cargo de Analista Jurídico.

Para os candidatos ao cargo de Técnico Jurídico a prova objetivas será composta por 50 questões de conhecimentos básicos e 70 questões de conhecimentos específicos. Estas, envolverão nas 120 questões os conteúdos de língua portuguesa, conhecimentos sobre o Distrito Federal, legislação e conhecimentos específicos do cargo.

O concurso público terá validade por dois anos para nomeação dos aprovados, podendo ser prorrogado, uma vez, por igual período, a critério da Procuradoria-Geral do Distrito Federal.