O concurso público da Prefeitura de Cabo de Santo Agostinho no estado de Pernambuco, que ocorreu no último domingo, 27 de outubro, contou com mais de 109 mil candidatos que disputam 737 vagas em várias funções municipais, com oportunidades para interessados de nível médio, técnico e superior. Os salários podem chegar até R$ 11.406,43.

Na hipótese de igualdade de nota final entre os candidatos, serão aplicados critérios de desempate, tendo preferência, sucessivamente, o candidato que tiver:

Para os cargos Auxiliar de Farmácia, Auxiliar de Farmácia Plantonista, Guarda Municipal, Técnico Agrícola, Técnico Ambiental, Técnico de Enfermagem - Diarista, Técnico de Enfermagem - Plantonista, Técnico de Laboratório - Diarista, Técnico de Laboratório - Plantonista, Técnico em Saúde Bucal, Técnico em Segurança do Trabalho, Técnico em Saneamento e Topógrafo:

a) Lei do Idoso (Lei 10.741/2003) com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos até a data da prova objetiva;

b) maior nota na disciplina de conhecimentos específicos;

c) maior nota na disciplina de língua portuguesa;

d) maior idade, considerando dia, mês e ano.

Para os demais cargos de Nível Médio:

a) Lei do Idoso (Lei 10.741/2003) com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos até a data da prova objetiva;

b) maior nota na disciplina de língua portuguesa;

c) maior nota na disciplina de raciocínio lógico;

d) maior idade, considerando dia, mês e ano.

Para os cargos Professor I - Educação Infantil, Professor I - Ensino Fundamental (Anos Iniciais), Professor de Educação Especial - Braille, Professor de Educação Especial - Intérprete de Libras, Professor II - Artes, Professor II - Ciências, Professor II - Educação Física, Professor II - Geografia, Professor II - História, Professor II - Língua Estrangeira - Espanhol, Professor II - Língua Estrangeira - Inglês, Professor II - Língua Portuguesa, Professor II - Matemática e Professor de Educação Especial - Sala de Recursos Multifuncionais (SRM):

a) Lei do Idoso (Lei 10.741/2003) com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos até a data da prova objetiva;

b) maior nota na disciplina de conhecimentos específicos;

c) maior nota na disciplina de legislação;

d) maior idade, considerando dia, mês e ano.

Para os demais cargos de Nível Superior (exceto os cargos dos itens 10.4.3 e 10.4.5):

a) Lei do Idoso (Lei 10.741/2003) com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos até a data da prova objetiva;

b) maior nota na disciplina de conhecimentos específicos;

c) maior nota na disciplina de língua portuguesa;

d) maior idade, considerando dia, mês e ano.

Para o cargo de Procurador:

a) Lei do Idoso (Lei 10.741/2003) com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos até a data da prova objetiva;

b) maior nota na prova 3;

c) maior nota na prova 2;

d) maior idade, considerando dia, mês e ano.

Permanecendo o empate nas alíneas "d" dos itens 10.4.1 a 10.4.5, por terem nascido no mesmo dia, mês e ano, os candidatos deverão apresentar cópia de certidão de nascimento, ou documento equivalente, quando solicitado pelo IBFC, para aferir a anterioridade do nascimento, pela hora e minuto do parto.

O candidato que não atender a referida solicitação será classificado em posição inferior à dos demais candidatos em situação de empate.

Permanecendo ainda o empate, proceder-se-á ao sorteio público entre os candidatos envolvidos.